TCE-AC apoia campanha que ajuda a reduzir o uso de copos descartáveis durante o expediente

Segunda-feira, 4 de dezembro de 2017


O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC), conselheiro Valmir Gomes Ribeiro, recebeu na terça-feira, 28 de novembro, em seu gabinete, a visita do presidente da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas (Astcon), Wallace Mesquita e o presidente do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas (Siscontas), Guaracy Duarte.

Durante o encontro, foi apresentada a campanha ‘’Beba água na garrafinha azul’’, um projeto realizado através da parceria entre a Astcon e o Siscontas, que busca ajudar a diminuir o uso de copos descartáveis durante o expediente, contribuindo com as reduções de gastos, desperdício e poluição da natureza.

O presidente Valmir Ribeiro elogiou a atitude das entidades e enalteceu a importância da campanha ao afirmar que o Tribunal de Contas dará todo apoio para esta ação.

“É uma iniciativa importante para a preservação do meio ambiente e para a saúde de todos nós. Esse tipo de ação merece nosso apoio e reconhecimento. A água é fonte de vida e saúde. Temos uma preocupação especial com a qualidade do ambiente de trabalho dos nossos servidores, pois são eles os responsáveis pelo bom funcionamento do nosso Tribunal”, destaca.

O presidente da Astcon, Wallace Mesquita, agradeceu o apoio do TCE e ressaltou a ideia da campanha. “A ideia da garrafinha surgiu quando a gente identificou que poderia dar uma opção para o servidor, onde ele pudesse ter no seu ambiente de trabalho uma ação sustentável que promovesse, além de um retorno ao meio ambiente, uma ação de economicidade” afirma.

Ele destacou que os planos são expandir a campanha e incentivar outras instituições a ter uma ação parecida e com a mesma intensidade no qual está sendo no Tribunal de Contas.

Meio Ambiente

O tempo de decomposição de um copo descartável no meio ambiente está entre 250 a 400 anos. Além disso, é um resíduo de baixo valor econômico, tornando-se pouco procurado para reciclagem.

A estimativa é que o Tribunal de Contas consiga reduzir em média 2.000 copos descartáveis por mês.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *