Escola de Contas do TCE-AC participa de Encontro Nacional

Quinta-feira, 29 de agosto de 2013


O encontro acontece anualmente (Foto: Adriana Mendes)Com objetivo de estreitar as relações, difundir e divulgar as boas práticas e atualizações quanto à educação e capacitação, a analista de controle externo Adriana Mendes, da escola de contas, participou do Encontro Técnico de Educação Coorporativa dos Tribunais de Contas (4º Educorp), realizado entre os 21 e 23 de agosto no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG).

A programação do evento contou com palestras e debates. Os principais assuntos abordados foram a formação de gestores para educação corporativa, o credenciamento das instituições não educacionais, o projeto político pedagógico e os indicadores políticos de impacto.

De acordo Adriana Mendes, o encontro abordou a importância de novos planos de avaliação para uma educação de qualidade. “Os cursos eram presenciais, e, agora, há um novo e forte apelo para que seja educação à distância e que para que isso aconteça é necessária a qualificação dos instrutores e tutores, tem que haver mecânicos que possam avaliar se o que foi ofertado está atingindo o objetivo, se o conteúdo é eficaz e adequado, se o instrutor conduziu bem o curso.”

O evento que acontece anualmente reunindo servidores e dirigente das unidades de educação corporativa de todos os Tribunais de Contas do Brasil. O encontro que acontece desde 2009.
O evento reflete e consolida a preocupação dos tribunais de contas, através de suas Escolas, e do Instituto Rui Barbosa com o desenvolvimento e a capacitação de seus servidores, para, através da qualificação, promover melhorias no controle externo.
Ela ainda destaca a importância da participação da escola do TCE do Acre no evento nacional. “O encontro representa a atualização e estreita relações, por exemplo, atualmente, estamos precisando do Projeto Politico Pedagógico (PPP) e já entramos em contato com a diretora do Tribunal de Contas do Ceará, pedindo ajuda para que possamos desenvolver o nosso PPP”. Ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *