TCE determina diligência para verificar inventários da PM e do Furepol

Sexta-feira, 15 de março de 2013


Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiram em sessão realizada na manhã de quinta-feira (14) realizar diligências no Comando Geral da Polícia Militar e no Fundo de Reaparelhamento Policial (Furepol) com o objetivo de encontrar documentos que não foram anexados nas prestações de contas de 2010.

Segundo o levantamento feito pela auditoria realizada pelo Tribunal, os ex-gestores da PM, Romário Célio Barbosa Gonçalves, e a ex-secretária de Estado de Segurança, Márcia Regina de Souza Pereira, deixaram de enviar os inventários de bens, relação de bens, adquiridos com o dinheiro público.

Na mesma sessão, os conselheiros acataram o pedido de revisão apresentado pelo ex-prefeito de Feijó, Francimar Fernandes de Albuquerque, que teve as contas de 2005 reprovadas.

Na defesa, o ex-gestor apresentou extratos comprovando a existência dos R$ 170 mil em uma conta corrente da Caixa Econômica Federal que não foi enviada na época junto com a prestação de contas. A falta da comprovação do saldo resultou na reprovação das contas em 2009.

Com a decisão dos membros do TCE, as contas foram consideradas aprovadas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *